30 de agosto de 2014

Ela tinha um sonho...

O texto foi originalmente publicado aqui no blog no dia 17 de Janeiro de 2013. Mas vale a reprise, viu? Quer conferir?


A chuva, mais um dia, brindava a plantação.
Era domingo, depois dos afazeres, finalmente sentou-se um pouco, olhando as gotas que vinham do céu.
Jê brincava sentado no assoalho da varanda com seus carrinhos plásticos. Quando se tem um filho, passa-se a ter responsabilidade.
A responsabilidade de não morrer.
De vê-lo crescer, procriar e assim ele sucessivamente faria o mesmo.
Uma mãe de verdade não apenas amamentava, também ensinava a repartir o alimento. Desejava que quando crescesse, seu filho se tornasse um homem lindo, e mesmo assim soubesse que era igual a todos os outros. Dedicava-se todos os dias para que seus gestos, passos, atitudes, palavras, fossem iluminados para que seu filho visse nela um exemplo e crescesse um homem de sabedoria, amor e alegria.
Uma mãe de verdade não desistia do filho, ... e nem de si mesma.
Mas em algum momento ela desistiu. Nada mais de banhos de chuva, correr ao vento, conversar com estranhos. Viver a vida!
Deixar de acreditar nas mil e uma estórias sobre segurança. Um emprego, família, casa. Segurança! Colocar o pé na estrada: gesto irresponsável. Trocar o certo pelo duvidoso: coisa de ignorante.
Pra que tentar quando já se tem! Quando tantos já fizeram o mesmo caminho e é muito mais fácil seguir pela trilha aberta.

Pra que ir até Machu Picchu no Peru, se só têm pedra lá?
Menina estúpida! Ir tão longe pra ver pedra! Economizar tanto, pra comer poeira e ver pedras, e depois voltar pra casa de mãos vazias.
Vivia na terra dos sonhos, onde as estrelas brilhavam, onde se tinha...mas não era...
Muitos eram agredidos impiedosamente por ousarem querer ser.
Ser qualquer coisa.
Ser o que os seus não eram.
Nada de abandonar o certo pelo duvidoso. Antes um pássaro na mão, que dois voando. Não se arriscava! Por que não era preciso. Tinha tudo, comida, casa, família, filho. O que mais poderia querer?
Machu Picchu era para desocupados, rebeldes e irresponsáveis filhinhos da classe média. Que iam lá, fotografavam sempre no mesmo ângulo, não entendia nada sobre o lugar, mas retornavam contando mil e uma estórias como se realmente soubessem o que estavam dizendo.
Aquela mulher, sentada na varanda quando era jovem sonhava, desejava, mas não lutava.
Aqueles pés que caminhavam descalços e ainda macios, eram a prova do pouco que percorreram do mundo. Podia ver a tristeza se aproximando de sua alma. Sempre era assim. Sempre que ousava olhar para trás, para sua vida, para o que deixou de fazer, uma forte dor batia no peito, e sufocava.
Dor na alma. Antes de se acomodar, a dor. A sensação de imenso vazio. Só vontade de chorar, nada mais! Quando fechou as portas para o sonho, quem ficou foi a dor.
Agora ela voltava. Sentia uma dor no peito, pelos sonhos desfeitos. A mesma dor da perda de suas fantasias, só com uma diferença: não as estava perdendo, por que não as tinha mais. Então, o que era aquilo?
Dor de perder, sem perda?
Ou dor de uma nova perda?
-   Mãe!
Pulou da cadeira, do susto que levou. Saindo enfim, de seus pensamentos que só a faziam sofrer. Melhor não pensar mesmo! Quanto mais pensava mais doía.
Tampar o sol com a peneira...
-   Por que Deus não é mulher?
Meus Pai Amado! Lá vinha ele com suas reflexões.
-   Por que é assim e pronto! – disse sem mais delongas.
Estava doída.
Doída por dentro, na alma.
Levantou-se e foi coar um café.
Havia dois caminhos diante de todos: ver; ou continuar com o véu a cobrir o olhar. Poder-se-ia dar umas espiadelas de vez em quando,... e começar a pensar. Então, se abriam mais dois caminhos: o da Santidade, e o da Loucura.
Pensamentos podiam elevar ou enlouquecer.
Quem sabe, apenas enfraquecer...
M. C. Jachnkee@copyright
...o texto é ficção...



24 comentários:

  1. Just Lovely,
    Big kiss ;*
    http://angelpoubel.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Ola flor,tudo bem? espero que sim,
    tava passeando pela net achei seu blog
    adorei a qualidade dos poste muito legais
    vem conhecer o meu também se gostar siga
    deixa recado avisando que me seguiu
    que volto aqui pra seguir seu blog
    fica com deus Beijos, Cida
    Blog: Unhas Beautiful

    ResponderExcluir
  3. O texto pode ser ficção
    mas as imagens são reais
    adorei. Tudo lindo
    sabe, eu tmbm sou como essa mãe
    e quero muito conhecer a cidade sagrada

    bjs

    ResponderExcluir
  4. ps: não estava te seguindo ainda, agora estou

    =D

    ResponderExcluir
  5. Olá Marli! Ótimo texto e belas fotos. Adoro além da sua escrita, as fotos da viagem que você fez.^^ Parabéns.
    Beijos!
    Paloma Viricio- Jornalismo na Alma

    ResponderExcluir
  6. Adorei o seu texto e as fotos - como sempre - muito lindas !! Adorei Adorei!!
    Um dia conhecerei todo o mundo! Viajarei por todo afora...
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Marli que lindo adorei o texto, ele nos dá um ritmo gostoso! Lindo lindo você é um talento, escreve bem demais! EU gosto.
    Bom dia! Super beijo!
    yarasousa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Belo texto Marli. Não é surpresa que você escreve bem. Lindas as imagens.. rs

    beijos,

    Marcelle
    bestherapy.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Olá Angel e Cida, vou passar no blog de vcs para conhecer. bjs
    ´
    Ítala...é verdade, as imagens são reais hehehe bjs

    Paloma, eu também gosto D++ das fotos...lá é tão linda a paisagem!! Beijinhos.

    Claro que viajará, Gabriel!!Tenho certeza!!! Beijocas

    Ysa, que lindo o que vc escreveu... agradeço de coração suas doces palavras!! Beijocas.

    Marcelle, obrigada pelo carinho...as fotos ficaram lindas, mesmo!! Beijinhos, querida.

    ResponderExcluir
  10. Eu queria conhecer o mundo todo, amo viajar :)


    Beijos
    Brilho de Aluguel

    ResponderExcluir
  11. Oi Marli!
    Está sendo uma delícia visitar seu blogue. Adoro textos assim e fiquei querendo mais. rs
    Amei as suas fotos. *-*
    Deve ter sido uma viagem incrível e inesquecível.
    Abraço!

    "Palavras ao Vento..."
    www.leandro-de-lira.com

    ResponderExcluir
  12. Marli!
    Um sonho deve ser cultivado para ser concretizado e isso... não tem dinheiro que pague. O que vale é a emoção sentida.
    O texto está ótimo. Será que faz parte do novo livro?
    Vim retribuir a visita que fez ao blog, trouxe grande alegria a meu coração. Obrigada e volte sempre que desejar, será bemvinda!

    Desejo um final de semana abençoado e com descanso merecido!

    Blogueiras Unidas 1275!

    Luz , paz e amor no coração!
    Cheirinhos
    Rudy
    BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

    ResponderExcluir
  13. Oi, Marli.
    Que texto incrível e realista.
    Muita vezes nos acomodamos e damos desculpas para não buscar o que queremos...
    Adorei mesmo e as fotos estão lindas *-*
    Beijinhos!
    http://fulanaleitora.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  14. Adorei o texto. A melhor parte de ter um sonho é quando ele se realiza. Já ouvi mitas criticas de sonhos que eu tenho, mas não vou desistir. As fotos ficaram lindas.

    http://blogprefacio.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Oie Marli!

    Que texto lindo *_* E ele serve para bastante gente que conheço viu rs...

    Nunca devemos desistir de sonhar e lutar pelo que desejamos. Cedo ou tarde alcançamos os nossos objetivos.

    Lindas as fotos tb =D ainda vou conhecer Machu Picchu o/


    bju;***

    anereis.
    mydearlibrary | bookreviews • music • culture
    @mydearlibrary

    ResponderExcluir
  16. Oi Flor!

    Amei tudo este lugar é lindo!

    Beijokas!

    ResponderExcluir
  17. Que post lindo eu amei as fotos! Mil Beijos!
    http://pensamentosdeumageminiana.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  18. Thayse...quem não quer...hehehe bjs

    Leandro, adoro receber suas visitas e ler seus comentários maravilhosos!!! A viagem foi inesquecível!! Beijinhos no coração!

    Oi Rudy, o texto não faz parte do novo livro, não...hehehe Beijocas para vc!

    Kezia, adorei ler seu comentário...é bem isso, princesa! Vc captou bem! Beijos

    É isso aí, Sil!! Desistir, jamais!! Sei como é em relação as críticas...ainda hoje eu tenho que ouvir hehehe Bjs

    Ane, é bem isso que vc escreveu!! Vc vai conhecer Machu Picchu, sim! Vou querer ver suas fotos, princesa! Bjs

    Fernanda, realmente é lindo...e tão mágico...bjs

    Gabirela, fico feliz que tenhas gostado do texto e das fotos, realmente ficaram lindas. Bjs

    ResponderExcluir
  19. Marli amei as fotos, que lugar maravilhoso.

    Bjos!!
    Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  20. Passando mais uma vez por aqui para desejar uma linda sexta feira para vc e sua família.
    Big bj ;*
    http://angelpoubel.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  21. Cida, o lugar realmente é encantador...bjs

    Angel, obrigada para vc também! Bks

    ResponderExcluir
  22. Que fotos lindas!!! Ano passado assisti a uma palestra sobre Machu Piccu e fiquei doida pra conhecer. Como é diferente e rica esta cultura!
    Beijinhos!
    Giulia - Prazer, me chamo Livro

    ResponderExcluir
  23. Lembra do comentário que fiz sobre essa história? Linda história...
    http://palavrasaventureiras.blogspot.com.br/2011/09/estranho-num-mundo-estranho.html
    Bjks

    ResponderExcluir

Obrigada por sua visita e por seu comentário!

Beijinhos!

© M.C. JACHNKEE. Powered by Blogger :: Voltar ao topo imagem-logo